Madeira ilegal é apreendida em Manaus e em Presidente Figueiredo

Na manhã desta quinta–feira (31/07), foram apreendidos 14 metros cúbicos de madeira ilegal. A ação foi realizada pelo Batalhão Ambiental da Polícia Militar, na avenida Coronel Teixeira ou Estrada da Ponta Negra, bairro Compensa 2, na Zona Oeste de Manaus. O material era transportado por Emerson Pereira e Odilson Albuquerque em um caminhão de placas não divulgadas.

madeira

A madeira ilegal apreendida será doada à entidade filantrópica.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), delegada Izolda Couto, os dois homens não apresentaram o Documento de Origem Florestal (DOF), obrigatório para transporte da origem até o local de destino do material.

Eles responderão por crime de transporte ilegal de madeira (Artigo 46 da Lei nº 9605/98 do Código Ambiental). Emerson e Odilson assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados para responder ao processo em liberdade, conforme a legislação. A madeira apreendida será doada a uma entidade filantrópica.

Presidente Figueiredo

Os servidores da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA) registraram por volta de 8h de quarta-feira (30/07), uma apreensão de aproximadamente 62 metros cúbicos de madeira ilegal. A ação foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no quilômetro 990, da Rodovia BR-174, em Presidente Figueiredo, há 117 quilômetros em linha reta de Manaus. A madeira era transportada sem Documento de Origem Florestal (DOF), obrigatório.

O material era levado por Cleidson Cândido Ribeiro e Nilton Carlos Dias em duas carretas que não tiveram as placas divulgadas.

De acordo com a Titular da DEMA, Delegada Izolda Castro Couto, Cleidson e Nilton responderão pelo crime de transporte ilegal de madeira (Artigo 46 da Lei nº 9605/98 do Código Ambiental), por não possuir o documento obrigatório. Os dois assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados, podendo responder ao processo em liberdade.

A madeira apreendida foi levada Comando Geral da Policia Militar do Amazonas, para ser doada a uma entidade filantrópica.

Veja também

Manaus vai sediar encontro da ANS sobre regulação de Planos de Saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está preparando mais uma edição do Encontro ANS, evento direcionado aos agentes do setor para discutir temas relacionados à regulação do mercado de planos de saúde. A atividade ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de novembro, em Ma...
Amazonas é destaque no encerramento da COP23, na Alemanha  O “Amazonas for the planet program”, lançado pelo Governo do Amazonas na 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP23), em Bonn, na Alemanha, foi destaque nesta sexta-feira (17/11), no encerramento do evento. Com a participação de 197 países empenhad...
Governo do Amazonas inicia processo de licitação para construir três novos presídios no interior do ... Foto: Stéfany Seixas/ SeapPor determinação do governador Amazonino Mendes, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encaminhou à Comissão Geral de Licitação (CGL) processos para abertura de certame visando a contratação de empresas especializad...
Uma surpresa Eis senão quando, vejo-me “autor”. Conto como ocorreu o fenômeno: agindo à sorrelfa, numa trama digna de “thriller” cinematográfico, meus quatro filhos reuniram alguns destes escritos que eu cometo semanalmente, convenceram uma editora e publicaram o conjunto em forma de um ...
Arthur defende liberação da maconha, homossexuais e privatização. E pode renunciar em abril Arthur está de boltanao belho estilo que polemiza e inquietaA Revista Exame, da Editora Abril, coloca o prefeito Arthur Virgílio entre os que renunciarão em abril de 2018. O jornal espanhol El País é mais contundente. Mostra um Arthur que defende da privatização total à...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook